TEMA 05 ENOLOGIA

Voltar para Temas

 

Qual é o melhor?

Tantas variáveis incríveis a serem degustadas.

 

O que esperar destes vinhos?

- Jerez de la Frontera: O jerez é um branco fortificado - ao qual se adiciona álcool vínico durante o processo de fermentação. Seu processo de produção é semelhante ao do vinho do Porto (Portugal). É um vinho único que, quando seco, serve como aperitivo e pode inclusive acompanhar as refeições. O jerez (ou sherry) se divide em duas famílias: a dos finos, que são geralmente secos (à exceção do médium), leves e aromáticos; e a dos olorosos, mais potentes, podendo ser secos ou doces.

- Málaga: a Denominação de Origem (DO) Málaga produz tradicionalmente vinho de sobremesa, fortificado, isto é, com adição de álcool vínilico durante o processo de produção, semelhante ao vinho do Porto. Estes são classificados de acordo com seu grau de envelhecimento: málaga (6 meses ou menos); málaga criadera (6 meses a 2 anos); málaga noble (2 a 3 anos); málaga añejo (3 a 5 anos); málaga trasañejo (5 anos ou mais). A uva predominante é a pedro ximénez (ou pedro ximén). Mas também se cultiva a airén, a moscatel e a doradilla.

- Montilla-Morilles: vinhos muito doces e alcóolicos, produzidos de forma semelhante ao Jerez, com destaque para o uso da uva pedro ximénez, que suporta altas temperaturas.


Estudar sobre o solo, de areia ou argila, sobre pedra calcária ou muito cal no oeste! Estudar sobre suas uvas, as brancas, como a Palomino, Pedro Ximénez e Moscatel e as uvas tintas como Garnacha, Tempreanillo, Syrah, Merlot e Petit Verdot.

Certamente há muito por onde escolher e estudar na segunda maior região vinícola do País!